quinta-feira, janeiro 27

Música, maestro!

O bar já estava fechando. Havia aïnda uns dois casalzinhos, um homem de sobretudo e no canto oposto perto da saída, o agourento Marquês d’Espard, com a face apoiada sobre os braços acotovelados na mesa. A banda de jazz tocava os últimos acordes de uma obra assaz melancólica. Finda a obra, o nobre senhor berrou do seu canto:
- Mahler! Eu quero a número seis do Mahler! Bastardos!

3 Comentários:

Blogger Orlando disse...

Me lembrou sua Alteza, il Duca d'Orso, gritando para a bateria da Mangueira, em 1984: "E o Vivaldi, porra?".

quinta-feira, janeiro 27, 2005 11:38:00 da tarde  
Blogger .eva disse...

Caro conde, talvez isto seja de seu interesse:
http://www.polishhomefoundation.org/events/Olbinski/Opera_gallery1.htm

sexta-feira, janeiro 28, 2005 1:40:00 da manhã  
Blogger fatima disse...

Música melancólica? rs... Me identifiquei bastante.

sábado, janeiro 29, 2005 9:21:00 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home